segunda-feira, 6 de julho de 2009


Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais; somos também, o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos,“sem querer“.(Freud)


LUCIDEZ PERIGOSAEstou sentindo uma clareza tão grandeque me anula como pessoa atual e comum:é uma lucidez vazia, como explicar?assim como um cálculo matemático perfeitodo qual, no entanto, não se precise.Estou por assim dizervendo claramente o vazio.E nem entendo aquilo que entendo:pois estou infinitamente maior que eu mesma,e não me alcanço.Além do que:que faço dessa lucidez?Sei também que esta minha lucidezpode-se tornar o inferno humano- já me aconteceu antes.Pois sei que - em termos de nossa diáriae permanente acomodaçãoresignada à irrealidade -essa clareza de realidadeé um risco.Apagai, pois, minha flama, Deus,porque ela não me servepara viver os dias.Ajudai-me a de novo consistirdos modos possíveis.Eu consisto,eu consisto,amém.(Clarice Lispector)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Sou alguém em busca de sentidos, em constante procura, conhecendo-me , sempre... entendendo o mundo... e/ou entendendo menos o mundo... estou percorrendo o meu caminho... Qual é o melhor caminho?! Estou sempre a me indagar... Gosto de gente, tem algo mais interessante do que gente??Aprendi a me aceitar e consequentemente a me amar. Sinto que sou, hoje o que eu queria ter sido ontem... mas eu consegui ser hoje e me sinto vitoriosa por ser... sempre fiel a mim mesma.Nem muito boa , nem muito má, sou exatamente do tamanho de minhas buscas e capacidades.Sou apenas eu, com suas dores e alegrias, como você... Nada do que fui me faz querer voltar atrás, quero ser , neste exato momento sem querer viver o que já vivi. Quero o momento presente ... sempre.